Por Favor me Creditem!

il_570xN.192205822

 

Estou temporariamente sem postar, mas devo retornar logo. Escrevo para dizer que este blog é feito para divulgar algo que me faz muito bem e acredito pode ajudar a  outros. Não tenho lucro nenhum com ele e decidi  criá-lo porque sentia falta de um espaço com informações, artigos e textos traduzidos e de  material em vídeo novo, pesquisado em outros locais que não apenas o You Tube. Tudo o  que escrevo, traduzo ou compartilho é fruto de minha pesquisa e tempo. O blog existe para que seu material seja disseminado, mas peço que as pessoas ao fazê-lo coloquem o meu “crédito”ou o do blog (na linguagem jornalística e acadêmica “crédito” ou “referência” significa citar o nome do autor ou o endereço linkado do  blog), seja nos artigos de minha autoria, nas traduções que faço ou no compartilhamento de vídeos de páginas estrangeiras que possuam comentários introdutórios pesquisados e redigidos por mim.

Claro que com relação a material de terceiros nada impede  de alguém ou de um administrador de outro blog ver o mesmo texto ou vídeo que eu, na mesma  página, tempos depois de mim, e  decidir traduzir e compartilhar: as páginas estão lá abertas a quem as descobrir na navegação, o material é de terceiros e nós o reproduzimos (quando o texto não é de minha autoria eu cito a fonte sempre). Ocorre que, como navego muito por páginas e perfis sociais de dojos, academias marciais e sites dedicados ao tema, tenho visto com frequência textos ou trechos deles, matérias e traduções que fiz sem a referência ao ZenKungFu e nem à minha autoria.

O pedido não é fruto de vaidade, mas simplesmente de um senso de justiça e de correção ampliada: afinal, parodiando uma frase já vista, de que adianta meditar, fazer chi kung, ser um budoca, um guerreiro, um sifu, se você não respeita o semelhante? Existe um modelo vigente na web para a regulação da propriedade intelectual. Por natureza sou a favor da “generosidade intelectual”, mas contra a “desonestidade intelectual”, por isso vou licenciar o blog no Creative Commons (já devia ter feito isso), um modelo democrático, mas justo e decente, que assegura o copyright.

Gassho

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s